Page Nav

HIDE

Randolfe pede bloqueio de bens da família Bolsonaro

  O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição no Senado, pede medidas como bloqueio de bens de familiares do presidente Jair B...

 

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição no Senado, pede medidas como bloqueio de bens de familiares do presidente Jair Bolsonaro (PL), além de busca e apreensão dos celulares e computadores utilizados nas compras de imóveis com dinheiro em espécie. O parlamentar protocolou o pedido no Supremo Tribunal Federal (STF).

Um dos coordenadores da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela Presidência, Randolfe argumenta que é de interesse público saber a origem do dinheiro utilizado nas transações.

– O salário de um parlamentar não justifica esse patrimônio milionário. Por isso, é direito de todos os brasileiros a transparência sobre o uso indevido do dinheiro público – afirmou.

Reportagem publicada pelo UOL esta semana afirma que metade dos imóveis adquiridos pela família Bolsonaro teria sido comprada total ou parcialmente com dinheiro em espécie. Ao ser questionado sobre o assunto, o presidente perguntou “qual o problema” de comprar imóveis com dinheiro vivo e criticou o portal UOL por publicar uma reportagem sobre o assunto.

Bolsonaro disse que o site “é um órgão de imprensa que não tem mais qualquer credibilidade no Brasil”.

– Qual é o problema de comprar com dinheiro vivo algum imóvel? Eu não sei o que está escrito na matéria (…). Qual é o problema? O que eu tenho a ver com o negócio deles? – indagou.

Randolfe aciona com frequência o Judiciário contra o chefe do Executivo. Partiu do senador, e não da Polícia Federal, o pedido que embasou a decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes pela quebra do sigilo bancário de empresários bolsonaristas.

– Combater todos aqueles que querem atentar contra a maior conquista que os brasileiros tiveram nos últimos 30 anos não tem identidade profissional – disse o senador.

*Com informações da AE