Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Conheça a mãe que teve a missão de matar 10 homens que raptaram sua filha

Uma mulher cuja filha foi raptada e morta por uma cartel de droga, no México, passou anos perseguindo os homens que lhe 'roubaram' a...



Uma mulher cuja filha foi raptada e morta por uma cartel de droga, no México, passou anos perseguindo os homens que lhe 'roubaram' a filha.

Karen Alejandra Salinas Rodriguez foi raptada pelos elementos do cartel Los Zeta, de San Fernando, no México, em 2012. Os seus restos mortais foram encontrados num chácara, dois anos depois.

A partir daí, a sua mãe, Miriam Rodriguez, embarcou numa missão que durou anos para encontrar os autores do crime.
Durante uma década, usou disfarces e recorreu a identificações falsas para descobrir e matar os homens que lhe 'roubaram' a filha.

Miriam Elizabeth Rodríguez Martínez, natural de San Fernando, Tamaulipas, tornou-se uma das mais temidas ativistas mexicanas, que direcionava a sua ação em função de crianças desaparecidas.

A sua missão levou à morte de dez criminosos, antes dela mesma ter sido assassinada, em 2017, em sua casa. Miriam foi morta no Dia das Mães, ao ser alvejada 12 vezes. O seu corpo foi encontrado pelo marido.

A mulher é, ainda hoje, vista como uma heroína na sua cidade natal, onde o crime organizado continua a ser uma realidade.

 POR NMBR

Nenhum comentário

Publicidade rodapé