Page Nav

HIDE

GDF divulga lista com nomes de extremistas presos após ato terrorista

  A Secretaria  divulgou, nesta terça-feira (10/1), uma lista com o nome das pessoas presas no Distrito Federal após atos terroristas nas se...

 

A Secretaria divulgou, nesta terça-feira (10/1), uma lista com o nome das pessoas presas no Distrito Federal após atos terroristas nas sedes dos Três Poderes, em Brasília, nesse domingo (8).

Até as 13h15, o número de presos chegava a 277. Segundo a secretaria, a lista será atualizada novamente, a qualquer momento. Na relação, 149 presos são homens e 128, mulheres.

Veja lista

Os participantes dos atos foram levados para o Departamento de Polícia Especializada (DPE) da Polícia Civil do DF. Nessa segunda-feira (9/1), cerca de 1,4 mil extremistas foram retirados do acampamento em frente ao Quartel-General do Exército, em Brasília, e levados à Academia da Polícia Federal

Idosos e crianças

Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Distrito Federal (OAB-DF) disse que a Polícia Federal liberou idosos, gestantes, pessoas com comorbidades e quem estava acompanhado de crianças após a desmontagem do acampamento em frente ao Quartel-General do Exército, em Brasília.

Um ônibus ocupado principalmente por idosos deixou a PF, na manhã desta terça-feira (10/1). Segundo os passageiros, o ônibus ia em direção à Rodoviária.

Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) informou, em nota, que, até o momento, 30 detidos na Academia Nacional de Polícia foram transferidos para o Hospital Regional de Sobradinho (HRS) e para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de cidade.

Algumas das 1,5 mil pessoas presas no Quartel-General do Exército, nessa segunda (9/1), passaram mal enquanto aguardavam os procedimentos policiais no local.

Além disso, a pasta destacou que não houve atendimento grave ou óbito de paciente, nem evasão de pacientes do HRS. A informação de que uma idosa havia falecido no ginásio da Polícia Federal foi desmentida pela PF.

Créditos: Metrópoles