Page Nav

HIDE

Saiba quem é a mulher que morreu atropelada em rodoviária do DF

Gisele Boaventura, 54 anos perdeu a vida na manhã dessa quarta-feira em um acidente na plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto.  A...


Gisele Boaventura, 54 anos perdeu a vida na manhã dessa quarta-feira em um acidente na plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto. 

A mulher morta após ser arremessada da plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto, na manhã desta quarta-feira (6/7), é Gisele Boaventura Silva, de 54 anos. Ela estava sentada na parada de ônibus, quando um carro veio em sua direção e acabou a jogando na via N1.

Outras quatro pessoas também foram atropeladas sendo: uma mulher, que teve a perna esmagada e está em estado grave, uma criança e dois homens — os três últimos conscientes e estáveis.

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) atuou na ocorrência e encaminhou os quatro acidentados, mais o motorista e a passageira do carro ao Hospital de Base do Distrito Federal.

Um casal que vendia café na Rodoviária do Plano Piloto viu o momento em que o veículo de passeio atingiu as cinco vítimas.

A mulher, de 51 anos, e o marido, de 26, contaram ao Metrópoles que o carro passou em alta velocidade, desviou de um ônibus e tentou frear antes de atingir a parada.


“A mulher que foi arremessada estava sentada na parada. Quando eu cheguei no local, a amiga dela me contou que ainda tentou segurar a mão da mulher, mas o impacto foi muito forte e ela caiu”, lamentou a testemunha.


Segundo a comerciante, tinha em torno de 15 pessoas no local e todas gritaram no momento do acidente.

“Quando o pneu cantou foi uma gritaria grande. Foi tudo muito rápido. Eu não acreditei no que estava vendo e corri para ajudar, mas a tragédia estava feita. Vi o motorista, que já era um senhor de mais idade, passando mal dentro do carro”, comentou a comerciante.

Informações preliminares apontam que o motorista passou mal e chegou a convulsionar antes do acidente. Ele teve apenas um corte na testa. A polícia fez o teste do bafômetro, que deu negativo.