Page Nav

HIDE

PT nega montagem em foto de ato na BA: ‘Erro da panorâmica’

  O Partido dos Trabalhadores se manifestou sobre as acusações de ter feito montagem em fotos do ato pró-Lula em Salvador (BA) deste sábado ...

 

O Partido dos Trabalhadores se manifestou sobre as acusações de ter feito montagem em fotos do ato pró-Lula em Salvador (BA) deste sábado (2) para duplicar pessoas e simular maior adesão ao evento político. A legenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou a edição e afirmou tratar-se de um erro técnico causado pelas fotos panorâmicas.

A assessoria da sigla declarou que quando esse tipo de foto é registrada, há o agrupamento de vários ângulos diferentes, feito em movimento contínuo, o que teria gerado o erro. A conta de Lula nas redes sociais ainda publicou uma imagem não panorâmica e um vídeo do evento para refutar as acusações.

– Bahia hoje: enquanto uns falam em montagem, a multidão com Lula passa com os pés no chão (…) A verdade dói no cotovelo de alguns. Segue uma foto não panorâmica, tirada com drone, do Ricardo Stuckert. Compartilhe a verdade – escreveu.

A foto em questão teve grande repercussão nas redes sociais, compartilhada por diversos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL).

– Deve ser atar [sic] acontecendo o mesmo “fenômeno” nas pesquisas. O PT não consegue juntar gente nem para fazer invasão de terra mais, já que Bolsonaro deu título de propriedade rural para os assentados, que aguardavam isso há décadas e o PT não fez – assinalou o senador Flávio Bolsonaro (PL).

– Alô, TSE [Tribunal Superior Eleitoral]. Montagem para ludibriar o eleitor pode? – questionou a deputada federal Carla Zambelli (PL).