Page Nav

HIDE

Damares confirma pré-candidatura ao Senado pelo Distrito Federal

  A ex-ministra   Damares Alves   (Republicanos) afirmou nesta terça-feira (10) que vai concorrer ao Senado pelo Distrito Federal. O anúncio...

 

A ex-ministra Damares Alves (Republicanos) afirmou nesta terça-feira (10) que vai concorrer ao Senado pelo Distrito Federal. O anúncio foi feito após uma reunião com o presidente nacional do partido, deputado Marcos Pereira (Republicanos-SP), em Brasília. A pré-candidatura dela deve ser oficializada até a primeira semana de junho.

"Nós decidimos que a gente chegou a um ponto que não tem mais recuo. E está vindo muita gente apoiar esta causa. Isso aqui é para valer, é de verdade. Não é brincadeira. Não é para fazer acordo, não é para chantagear, não é para amedrontar. Isso aqui é uma causa", afirmou Damares.

A ex-ministra disse que o seu foco no Senado, caso eleita, será a construção de políticas públicas voltadas a crianças, idosos, mulheres e pessoas com deficiência ou em situação de vulnerabilidade. "Serei eleita e chegarei ao Senado com muita alegria. Nós vamos fazer uma grande transformação. O DF não vai ter a oportunidade de eleger uma senadora, mas uma causa. O nosso mandato vai ser uma transformação", destacou.

Damares deve ter como uma das concorrentes à única vaga ao Senado do DF a também ex-ministra Flávia Arruda (PL-DF), que tem o aval do partido para disputar o posto. Apesar de disputar os votos do eleitorado do presidente Jair Bolsonaro com a ex-colega, Damares acredita ter mais apoio da população brasiliense.

"Quem vai decidir isso é a população. Tenho respeito e admiração pela Flávia, e tenho certeza de que de lá pra cá é do mesmo jeito. Nós vamos deixar que a população faça essa decisão. Vamos ver o movimento agora. Eu tenho certeza de que os nossos líderes políticos locais, na hora que tiverem os números na mão, vão escolher a que tem mais potencial de ser eleita. E com certeza sou eu", garantiu Damares.

A ex-ministra disse que não vai pressionar Bolsonaro a fazer campanha por ela. "Nós não vamos trazer o presidente pra esse constrangimento. [Não existe] essa coisa de que o líder determina. O povo lá na urna vai escolher o melhor projeto. Vamos apostar em uma eleição em que o povo escolha o melhor projeto."

Presidente do partido também acredita em vitória

Assim como Damares, Marcos Pereira acredita na vitória dela para o Senado. Segundo ele, o Republicanos não vai desistir de lançar a ex-ministra. "Não há hipóteses de essa movimentação ser feita para negociações. A ministra Damares será nossa candidata ao Senado e, hoje, está atuando aqui com todo o aval, com todo o apoio do partido aqui no Distrito Federal e também nacional para esse projeto", frisou.

"O Republicanos tem algumas prioridades nesta eleição: crescer, qualitativa e quantitativamente, a sua bancada na Câmara dos Deputados, mas também no Senado. Portanto, contamos com esse projeto e sabemos que ele será vitorioso. Essa candidatura não é de um partido político, de uma pessoa. É uma candidatura de uma causa. Portanto, eu tenho certeza de que a causa em defesa da vida, em defesa da família, vai vencer", completou Pereira.

Mesmo sabendo da provável disputa com Flávia Arruda, o presidente do partido disse que cabe à população escolher a melhor candidata. "A Flávia é uma excelente deputada, foi uma boa ministra e, obviamente, a decisão será do eleitor. É importante que pessoas que têm a mesma causa, como a Damares e a Flávia, possam colocar o seu nome à disposição da sociedade de Brasília para que ela decida quem [a] representará melhor."

Por: R7