Em rara entrevista, Michelle fala da ‘guerra’ vivida por Bolsonaro


Em rara declaração sobre sua vida pessoal, a primeira-dama Michelle Bolsonaro comentou sobre os pontos negativos que fazem parte da vida da família do presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista ao canal de Liliane Ventura, Michelle afirmou que o cargo do marido exigiu uma espécie de “renúncia” de toda a família.

Casada há 14 anos com Bolsonaro, com quem tem uma filha de 10, Laura, Michelle afirmou que o mandato é uma “missão”.

– É uma renúncia para estar aqui. A gente perde a nossa liberdade. Nós temos filhos pequenos. Mas Deus está no controle sempre. Estamos aqui por um propósito, uma missão, e Deus vai nos ajudar a vencer – disse a primeira-dama.

Ainda de acordo com Michelle, o “sacrifício” não se limita à sua família, mas faz parte da vida todos os ministros do atual governo. Ela afirmou que tem buscado incluir as esposas dos ministros em projetos do governo tocados por ela.

– Essa lacuna não é só dentro da minha casa. É na casa dos ministros. Por isso, a gente tem agora um momento de estar todo mundo junto para conversar, se distrair, chamando as esposas dos ministros também para compor o voluntariado, porque elas ficam em casa ociosas, e a gente sabe o poder que elas têm – disse Michelle.

A esposa do presidente também reconheceu que o marido vive uma “guerra constante” e considera que a sobrevivência dele, após atentado de Adélio Bispo, é “um milagre”.

– Meu marido é um milagre. Naquele momento [da facada], eu acreditei que Deus estava no controle da vida dele. Então, Deus acima de tudo – encerrou.

Por: Pleno.News

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas