Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Governo vai oferecer 4 mil vagas em cursos gratuitos

Além de ampliar oferta nas agências do trabalhador, agora o Executivo oferece formação profissional. Inscrições serão on-line e entre 26/10 ...



Além de ampliar oferta nas agências do trabalhador, agora o Executivo oferece formação profissional. Inscrições serão on-line e entre 26/10 e 7/11

ALLINE MARTINS, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: FÁBIO GÓIS

Inscrições devem ser realizadas entre 26 de outubro e 7 de novembro, no site da pasta | Foto: Lúcio Bernardo Jr. / Agência Brasília
Entre janeiro e setembro deste ano, as agências do trabalhador do Distrito Federal encaminharam 11.168 pessoas para as 10.571 vagas ofertadas. Mas apenas 33,4% dos candidatos foram efetivados. O motivo do baixo índice de contratação é a falta de qualificação dos aspirantes.

Diante deste quadro, o Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria do Trabalho, vai lançar uma série de programas de qualificação social e profissional. O primeiro deles – intitulado Aqui tem, qualificação – está com edital previsto para a próxima segunda-feira (26). Serão disponibilizadas 4 mil vagas em 13 cursos presenciais, gratuitos, com direito a certificado.


“A maioria das pessoas que buscam emprego nas agências são jovens, que acabam de sair do ensino médio e não têm qualificação, não têm experiência ou estão adaptados a uma atividade laboral e não atendem aos requisitos solicitados”, detalha o secretário-executivo do Trabalho, Ivan Alves dos Santos. “Ou seja, muitas vagas abertas, mas poucas pessoas capacitadas para preenchê-las”, lamenta.

Segundo o gestor, a escolha dos cursos que serão disponibilizados atende às solicitações do setor produtivo. Ou seja, a grade de estudos ofertada seguiu as demandas de mercado que as agências do trabalhador têm registrado. Entre elas estão capacitações para profissões como: organizador de eventos, garçom, atendente de consultório, desenhista de página de internet, mecânico (automóveis e robótica), técnico e manutenção de equipamentos de informática, operador de rede de teleprocessamento, maquiagem e designer de sobrancelha, aplicativos móveis para Android, auxiliar de contabilidade, artesanato e assistente administrativo.

Os cursos estarão disponíveis em todos os períodos (matutino, vespertino e noturno). E as salas de aulas serão organizadas por pelo menos cinco polos: Asas Sul e Norte, Gama, Taguatinga e Sobradinho. As inscrições deverão ser realizadas entre 26 de outubro e 7 de novembro, pelo site da Secretaria do Trabalho.

Além desse programa, o secretário do Trabalho, Thales Mendes, destaca outros já em vigência, que também visam a qualificação profissional. “Abrimos o cadastro de trabalhadores de veículo de tração animal, para identificar este público para iniciar o processo de migração deles para outras profissões, já que o trânsito de veículo de tração animal é proibido no DF”, explica Thales.

Segundo Thales, o governo está preocupado em amparar estes trabalhadores, popularmente conhecidos por carroceiros. “Essas pessoas precisam ser capacitadas para trabalharem com outras coisas. O mesmo faremos para os lavadores e guardadores de carro, com o objetivo de oferecer a eles cursos como atendimento ao público, novas tecnologias de lavagem e formas de recebimento pelos serviços prestados”, acrescenta o secretário.

VAGAS
Segundo o secretário-executivo do Trabalho, com a pandemia de Covid-19 alguns setores tiveram expansão, como é o caso de redes de supermercados. Entre janeiro e setembro deste ano, informa Ivan Alves, 38% das vagas oferecidas estavam no comércio.

Em outubro, a divulgação diária das oportunidades das agências do trabalhador mostra que a tendência continua. Nesta quinta-feira (22), por exemplo, das 617 vagas ofertadas, 206 são para comércio, a maioria delas para vendedor. Em supermercados, seis oportunidades são para empacotador, que precisam ter ensino médio e demonstrar experiência.


Na tabela desta quinta-feira, muitas das vagas ofertadas exigem conhecimentos que serão ensinados nos cursos de capacitação do Aqui tem, qualificação. São 56 oportunidades para técnico eletrônico de manutenção industrial e em eletromecânica, que pagam R$ 2,5 mil e R$ 2.539,21, respectivamente, mais benefícios; 12 para garçons, com salários de até R$ 1,6 mil; e seis para mecânicos, que oferecem remunerações entre R$ 1.145 e R$ 2 mil.

A área de construção civil também segue em pleno processo de contratações. São 40 oportunidades distribuídas entre ajudante de serralheiro (2 vagas), auxiliar de pedreiro (4), marceneiro (14), pedreiros (5), servente de obras (6), supervisor de carpinteiro (1) e serralheiro (8), com salários entre R$ 1.045 e R$ 2 mil.

ADEQUAÇÕES DE ATENDIMENTO
Interessados em concorrer a qualquer uma das vagas podem procurar qualquer unidade das agências do trabalhador. Em razão da pandemia de Covid-19, 15 delas fazem atendimento presencial. Estão fechadas, temporariamente, as agências do Paranoá, do Guará e da Câmara Legislativa. Outra possibilidade é o aplicativo Sine Fácil – que, em virtude da crise sanitária, também disponibiliza o serviço.

Empreendedores que desejam buscar profissionais também podem utilizar os serviços das agências do trabalhador. Além do cadastro de vagas é possível usar os espaços físicos para seleção dos candidatos encaminhados. Interessados devem acessar o site da Secretaria do Trabalho e preencher o formulário na aba Empregador.

Por AGÊNCIA BRASÍLIA

Nenhum comentário

Publicidade rodapé