Page Nav

HIDE

Presa por tráfico na Tailândia, brasileira teme pena de morte

  Uma jovem de 21 anos está entre os três brasileiros que foram presos por tráfico internacional de drogas, em Bangkok, na Tailândia, nesta ...

 

Uma jovem de 21 anos está entre os três brasileiros que foram presos por tráfico internacional de drogas, em Bangkok, na Tailândia, nesta semana. Mary Hellen Silva, da cidade de Pouso Alegre, em Minas Gerais, foi presa ao desembarcar na capital do país asiático com 15,5 quilos de cocaína. A carga foi avaliada em R$ 7,5 milhões. Outros dois homens foram detidos com ela.

Conhecida pelas duras leis contra o tráfico de entorpecentes, a Tailândia pode punir o crime com prisão perpétua e até com pena de morte – com base na quantidade de drogas e nas circunstâncias.

Em declaração ao G1, a irmã de Mary Hellen, Mariana Coelho, diz que a família teme uma possível pena capital.

– Nosso objetivo é que ela não pegue a prisão perpétua ou pena de morte – disse.

Ainda de acordo com Mariana, a família ficou sabendo da prisão através de uma mensagem de áudio enviada pela própria Mary Hellen.

– No domingo passado, ela fez contato comigo. Mandou um áudio desesperada falando que tinha sido presa na Tailândia. Pediu para eu ajudá-la de alguma forma a entrar em contato com a embaixada brasileira. Pra mim, ela estava viajando para Curitiba, atrás de algum namorado, estas coisas que os jovens fazem – relatou.

A família também acredita que Mary Hellen possa ter sido induzida a cometer o crime. Eles também cobram respostas sobre o andamento do caso.

– A gente quer uma notícia dela, saber como ela está sendo tratada lá. Acho que a família tinha direito de pelo menos saber como ela está. Imagina a gente aqui, [há] uma semana, sem saber o que aconteceu. A gente não sabe nada. Esse crime [é] gravíssimo, e às vezes ela não tinha nem consciência do que estava acontecendo. Eu acho que ela não sabia de nada disso. Pra mim, ela foi enganada, induzida – afirmou Mariana.

PRISÃO NO AEROPORTO
Mary Hellen e um amigo de 27 anos foram presos na última segunda-feira (14), no aeroporto de Bangkok, na Tailândia. Um outro rapaz, de 24, que levava parte das drogas em outro voo, também foi preso ao desembarcar. Os três saíram de Curitiba com a cocaína distribuída nas malas.

O conteúdo das bagagens chamou a atenção de funcionários durante a inspeção do raio-X, e as malas foram revistadas. Mary Hellen e o rapaz levavam 9 quilos da droga em um compartimento secreto. Já o jovem de 24 anos levava consigo 6,5 quilos de cocaína.

Por: Terra Brasil Notícias