Page Nav

HIDE

Flávia Arruda afirma que tirou licença para descanso com filhas

  A ministra da Secretaria de Governo da Presidência da República,  Flávia Arruda  (PL), justificou seu pedido de licença no período de 13 a...

 

A ministra da Secretaria de Governo da Presidência da República, Flávia Arruda (PL), justificou seu pedido de licença no período de 13 a 21 de janeiro. Flávia lembrou que trabalhou durante o Natal e o Ano Novo e não teve folga no final do ano passado. O afastamento da ministra foi publicado nesta sexta-feira (14) no Diário Oficial da União (DOU).

– [Estou] aproveitando o recesso parlamentar para tirar uns dias com minhas filhas, que ainda são pequenas – escreveu ela.

Única representante do PL – novo partido do presidente Jair Bolsonaro -, a ministra vem sofrendo pressão, sobretudo por parte de integrantes do Centrão, que pedem sua demissão por ela supostamente não honrar acordos de repasses de emendas.

Em dezembro de 2021, o senador Eduardo Braga (MDB-AM) se desentendeu com a ministra pelo telefone, ao cobrar a liberação de uma emenda prometida a ele pelo Planalto. O parlamentar teria gritado e agredido verbalmente a ministra, usando expressões machistas, o que motivou inclusive uma nota de repúdio da bancada feminina da Câmara.

A ministra começou o ano fazendo viagens pela pasta. Na semana passada, foi escalada pelo chefe do Executivo para visitar cidades atingidas pela chuva em Minas Gerais e auxiliar a viabilização de recursos para os municípios afetados. Ela registrou parte das visitas em seu perfil oficial no Instagram.

*AE