Page Nav

HIDE

Ato contra passaporte da vacina gera pancadaria no Rio de Janeiro

  Um grupo de manifestantes contrários ao passaporte da vacina tentaram entrar no prédio da Alerj, nesta quarta-feira (8), dia em que a Casa...

 

Um grupo de manifestantes contrários ao passaporte da vacina tentaram entrar no prédio da Alerj, nesta quarta-feira (8), dia em que a Casa votava um projeto de lei contra a exigência do documento. O grupo foi impedido por seguranças, sob grande confusão e vidros quebrados no local. Não há, contudo, informações sobre detidos ou feridos.

De autoria dos deputados Filipe Soares (DEM) e Márcio Gualberto (PSL), o Projeto de Lei 4.919/2021 proíbe a discriminação contra pessoas que recusarem a vacina anticovid. Na justificativa do PL, os deputados dizem que a exigência do documento está “marginalizando” cidadãos. Atualmente, a apresentação do cartão de vacinação é obrigatória para o acesso a pontos turísticos, hotéis e determinados estabelecimentos.

Segundo informações do portal UOL, o presidente da Casa, André Ceciliano (PT), classificou a confusão como “vergonha” e ameaçou retirar o projeto de pauta.

O autor do texto, Márcio Gualberto, que havia convidado os manifestantes para o ato diante da Alerj, usou o microfone para pedir a eles que “dessem o exemplo”.

– A presidência está nos tratando com máximo respeito, por favor, pelo amor que vocês têm a Deus, precisamos dar o exemplo. Aqui, na Alerj, todos os debates estão sendo permitidos. Não há necessidade disso. Isso não ajuda – declarou o parlamentar na ocasião.

Por ter recebido emendas, o texto do PL teve de sair de pauta. Assim, o projeto será analisado novamente pelas comissões antes de ser levado ao plenário.

informações do portal UOL