Youtuber diz que perdeu 32 mil seguidores por apoiar Bolsonaro

 

O humorista Robson Calabianqui, conhecido nas redes sociais como Fuinha, revelou durante participação no programa Pânico, da rádio Jovem Pan, nesta terça-feira (28), que perdeu mais de 30 mil seguidores após se posicionar a favor do governo Jair Bolsonaro. A queda no número de seguidores ocorreu principalmente após as grandes manifestações do dia 7 de setembro, quando o humorista publicou uma foto participando dos atos.

– Fui perdendo. Tinha seguidores de direita e esquerda. A maior queda foi agora, no dia 7 de setembro. Eu não me posicionava fervoroso, apoiando o governo federal. Mas postei uma foto no ato e viralizou nas redes sociais. Essas páginas, essas pessoas que têm milhões de seguidores repercutiram. Perdi 32 mil seguidores no dia, no Instagram. Caí de 1 milhão e pouco para 990 mil, no mesmo dia – afirmou.

Ainda assim, o humorista acredita que a perda de seguidores foi benéfica.

– Viralizei nas páginas de direita. Perdi seguidores porque era pró-Bolsonaro, mas ganhei dos apoiadores. A melhor coisa que fiz na minha vida foi ter me posicionado. Agora tenho um público que acompanha e que interage – avaliou.

Conhecido por usar humor nas críticas a políticos, Fuinha afirma que as pessoas precisam estudar sobre o tema para formar opinião. Para ele, seu objetivo é “abrir o olho dessa geração” sobre governos conservadores.

– A galera critica, mas não estuda o que aconteceu no país antes, na época do PT. Temos uma geração que vai na mente de Felipe Neto, Anitta, milita em cima disso na internet, mas não tem embasamento de política. Eu abro o olho dessa geração sobre o que o governo conservador tem mostrado. O que vai de acordo comigo é a ideologia bolsonarista – afirmou.

Por: Pleno.News

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas