Antes de perder a filha, mãe implorou para filhas não serem mortas

 

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (27). Durante um assalto em Suarão, em Itanhaém, 100 km de São Paulo, a mãe de uma adolescente de 17 anos, que foi morta durante a ação, implorou para que a vida da filha fosse preservada. A ação criminosa aconteceu na noite dessa sexta-feira (24) e a mulher precisou de atendimento médico, assim como também a filha de 12 anos.

Uma vizinha deu uma entrevista ao portal G1 e disse que ouviu a mãe das adolescentes gritar por ajuda e foi até o local: “Ela me pegou pela mão e nós entramos na casa. Vimos o pedreiro de bruços amarrado, a adolescente que faleceu no chão, muito sangue, e a menina de 12 anos. A mãe pedia muito para a gente ajudar a socorrer as meninas. Chegamos a pegar a adolescente de 17 anos no colo, para levar para fora e conseguir socorrê-la”, disse a vizinha.

Isabelle Amaral Costa foi a adolescente que morreu durante a ação dos bandidos. A Secretaria de Segurança informou que “dois suspeitos entraram na casa e renderam cinco pessoas, um casal, duas filhas e outro homem, que estavam no local”. As vítimas fatais foram a adolescente de 17 anos e um homem de 44 anos. De acordo com informações da Polícia Militar, foram presas duas  mulheres, de 20 e 26 anos, dois homens, de 22 e 27, e apreendido um adolescente, de 16, acusados de latrocínio (roubo seguido de morte).

Da redação do Acontece na Bahia

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas