Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Ex-caseiro confirma maus-tratos de esposa a Cid Moreira


O imbróglio judicial entre Cid Moreira e seus filhos, Rodrigo Radenzev Simões Moreira e Roger Felipe Naumtchyk Moreira, ganhou novos contornos. Isto porque os dois herdeiros conseguiram levar à Justiça testemunhas que confirmam a acusação deles de que a esposa do comunicador, Maria de Fátima Sampaio, comete maus-tratos contra Cid, incluindo cárcere privado.

Segundo o site Notícias da TV, um dos depoimentos anexados aos autos é o do ex-caseiro que trabalhou por 26 anos na residência do locutor. O ex-funcionário confirma ter presenciado agressões e maus-tratos ao veterano.

Em uma das conversas entre Roger e o ex-caseiro, que foi gravada, a testemunha relata ter visto situações absurdas.

– [A comida] era horrível. […] A comida sai da geladeira, esquenta, vai para a mesa, passa duas horas na mesa, depois volta para a geladeira. [Eram] 15 dias fazendo isso. Era pizza todo dia. E daquelas pizzas horríveis. Ela [Fátima] fazia [a pizza], ficava um tempão lá, na geladeira. Era todo dia pizza – afirma.

O homem, que trabalhou com Cid de 1991 a 2017, afirma também que Fátima saía todo dia, sem dar explicações, e deixava o ex-apresentador sozinho.

– Era todo dia. O coitado ficava igual um bicho preso na jaula, porque ali [na casa] tem que botar aquelas grades. Se não, entra bicho toda hora dentro de casa. […] Ela sumia. Só chegava à noite. Dizia que ia ao salão, que estava fazendo esse negócio de ginástica que ela faz – contou.

Já sobre dinheiro, o ex-colaborador relata ter visto Fátima entregar grandes quantias a conhecidos, amigos e familiares. Em uma das ocasiões, ela teria dado R$ 50 mil a uma funcionária.

– Ela disse que foi emprestado. Mas acho que não. A primeira vez foi R$ 25 mil. Depois, passou um tempo, ela [a colaboradora] pediu mais R$ 25 mil. Acho que era para montar um escritório – destacou ele.

O advogado de Rodrigo e de Roger, Angelo Carbone, também enviou à Justiça outras duas testemunhas que corroboram os supostos maus-tratos. A primeira acusa um irmão de Fátima; a segunda é um ex-funcionário de Cid.

ALVO DO MINISTÉRIO PÚBLICO
No mês passado, Fátima virou alvo de um inquérito em andamento no Ministério Público do Rio de Janeiro, aberto a pedido de Rodrigo Roger. Os dois acusam a madrasta de cárcere privado e de maus-tratos contra o pai. Eles também tentam interditar Cid por meio da Vara de Família e do Registro Civil da Comarca de Petrópolis, no Tribunal de Justiça do Rio.

Por: Pleno News

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas