Alimentação saudável é tema de fórum. Opine!

 Via Ouvidoria do Governo do Distrito Federal (GDF), pelo Disque 162, o cidadão pode e deve dizer como está a alimentação dos estudantes nas escolas públicas e particulares. Todas essas informações servem para que o Fórum Permanente sobre Alimentação Saudável nas Escolas embase suas deliberações acerca da segurança alimentar e nutricional nas instituições de ensino do DF.

Com reuniões bimestrais, o colegiado debate o que é ofertado nas instituições das redes pública e privada. Os membros usam como base o Decreto 36.900, de 2015, que regulamenta a Lei 5.146, de 19 de agosto de 2013. O documento tem o objetivo de garantir a oferta de alimentos saudáveis nas escolas. O fórum atua justamente no acompanhamento do cumprimento das determinações desse texto.

Discussões abrangem segurança alimentar e nutricional nas escolas do DF | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Segundo a vice-presidente da Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino no Distrito Federal, Anapaula da Silva Moreira Mancini Carreira, é importante ensinar a criança a ter bons hábitos, aí incluídos os alimentares. “Esse ensino pode se iniciar já no primeiro ano de vida, ao apresentar para o bebê as frutas, legumes e carnes”, orienta.

De acordo com ela, ao longo do desenvolvimento da criança, deve-se oportunizar a alimentação balanceada e variada, o que a levará a um melhor desenvolvimento físico e cognitivo. “Por isso, entendemos a importância de participar desse fórum, a fim de buscarmos juntos que todas as escolas, públicas e privadas, ofereçam aos alunos a alimentação balanceada e saudável para reduzir o risco de desenvolverem doenças cardíacas, obesidade, diabetes entre outros”, alerta.

A meta das reuniões é traçar estratégias para ampliar o conhecimento do decreto e seus desdobramentos nas escolas. “Ademais, temos como proposta também definir um seminário que, neste ano, chega à terceira edição”, pontua a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, que também é presidente da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan), responsável pela articulação e integração dos órgãos envolvidos nesse debate. “Nele, vamos compartilhar experiências exitosas no campo da alimentação adequada e saudável no ambiente escolar”.

O secretário de Educação, Leandro Cruz, ressalta a importância dessas discussões. “O fórum é um espaço valioso, posto que se tem a oportunidade de trabalhar o direito humano à alimentação adequada e saudável tanto nas escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal quanto nas escolas particulares, alinhando o debate ao que é trabalhado no Programa de Alimentação Escolar”, aponta.

Para o gestor, são fundamentais os debates sobre cantinas escolares, alimentação saudável, boas práticas de manipulação de alimentos e, principalmente sobre o papel da escola no contexto da formação de hábitos alimentares. “A criação do fórum aconteceu quando se debatia a necessidade de se discutir o que era comercializado nas cantinas escolares do Distrito Federal; logo, houve a ampliação desse debate para além da simples comercialização de alimentos”, pontua.

O Fórum Permanente sobre Alimentação Saudável nas Escolas é composto por representantes de diversas instituições públicas, órgãos de classe e sociedade civil. O colegiado prevê, para os próximos meses, a criação de um canal, em alguma rede social popular, para que o cidadão possa, diretamente, manter contato com os membros do fórum, ampliando, assim, os debates das demandas populares.

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social 

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas