Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Partido Novo expulsa Filipe Sabará, candidato a prefeito de São Paulo

Decisão unânime da Comissão de Ética foi comunicada aos filiados da sigla na noite desta quarta-feira (21/10) A Comissão de Ética do Par...



Decisão unânime da Comissão de Ética foi comunicada aos filiados da sigla na noite desta quarta-feira (21/10)

A Comissão de Ética do Partido Novo decidiu, por unanimidade, expulsar Filipe Sabará, que já estava com a campanha a prefeito de São Paulo suspensa por conta de inconsistências no currículo. A sigla encaminhou um comunicado sobre a expulsão para os filiados na noite desta quarta-feira (21/10).

“Filipe Sabará está oficialmente expulso e não pertence mais ao quadro de filiados do Novo”, diz a nota. “O Diretório Nacional reitera sua confiança nas decisões da Comissão de Ética, sua transparência com o processo e o respeito à ampla defesa do denunciado.”

Sabará tinha declarado possuir R$ 15 mil em bens, retificando depois a informação para R$ 5 milhões, o que provocou sua suspensão no dia 23 de setembro. O candidato também teria declarado uma formação superior inexistente, desmentida por um professor da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap).

Com a expulsão de Sabará, o partido declara a segunda expulsão deste ano. Em maio, foi a vez do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que expôs as divergências existentes entre o líder da sigla liberal, João Amoedo, e o governo de Jair Bolsonaro.

A legenda ainda não informou se lançará outro candidato, a menos de um mês para a realização das eleições.

Por Metrópoles

Nenhum comentário

Publicidade rodapé