Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Com MP aprovada, veja como fica o salário de policiais e bombeiros do DF

HUGO BARRETO/METRÓPOLES A aprovação da Medida Provisória n° 971, de 2020, no Senado Federal garante recomposição salarial para policiais civ...

HUGO BARRETO/METRÓPOLES

A aprovação da Medida Provisória n° 971, de 2020, no Senado Federal garante recomposição salarial para policiais civis, militares e bombeiros do Distrito Federal, Amapá, Rondônia e Roraima. A votação, realizada nesta terça-feira (22/9), manteve reajuste de 25% na Vantagem Pecuniária Especial (VPE) para policiais militares e bombeiros do DF. Na Polícia Civil, o aumento foi de 8% linear para todos os cargos.

Os reajustes são pagos desde janeiro de 2020 por força da MP, mas precisavam ser ratificados para que não houvesse perda aos trabalhadores. A estimativa é que o impacto da recomposição salarial neste ano fique em pouco mais de R$ 519 milhões para o Distrito Federal, o que engloba servidores aposentados, pensionistas e da ativa.

Pelo texto aprovado, o salário de um agente da Policia Civil do Distrito Federal, por exemplo, que hoje varia de R$ 8,7 mil a R$ 13,7 mil, vai girar entre R$ 9,4 mil e R$ 14,8 mil. Delegados, que recebem entre R$ 16,8 mil e R$ 22,8 mil, passarão a ganhar de R$ 18,2 mil a R$ 24,6 mil.

No caso dos policiais militares, o piso salta de R$ 5,2 mil para R$ 6,5 mil.

O impacto orçamentário anual estimado do reajuste é de pouco mais de R$ 519 milhões, dos quais R$ 370 milhões para atender a 16.271 militares ativos, 14.214 inativos e 3.505 pensionistas. Na Polícia Civil, R$ 149 milhões suportarão o reajuste de 4.185 servidores ativos, 4.233 aposentados e 1.047 pensionistas.


Confira a tabela de reajustes:

Tabela de subsídios para carreira de delegado

Tabela de subsídios para perito criminal e perito médico-legista

Valor do subsídio para os cargos de agente de polícia, escrivão de polícia, papiloscopista, policial e agente penitenciário

Valor da vantagem pecuniária específica da PM e do Corpo de Bombeiros


Nenhum comentário

Publicidade rodapé