Page Nav

HIDE

TSE exonera responsável por inserção de propaganda eleitoral

  O Tribunal Superior Eleitoral (TSE ) exonerou, nesta quarta-feira (26), o servidor Alexandre Gomes Machado, assessor de gabinete da Secret...

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) exonerou, nesta quarta-feira (26), o servidor Alexandre Gomes Machado, assessor de gabinete da Secretaria Judiciária da Secretaria-Geral da Presidência. De acordo com o site O Antagonista, Machado era o coordenador do pool de emissoras que exibem as propagandas eleitorais.

Ainda segundo a publicação, o servidor era o responsável pelo setor que recebe os arquivos com as peças publicitárias e os disponibiliza no sistema eletrônico do TSE, para que sejam baixadas pelas emissoras de rádio e TV

A demissão ocorre em meio à polêmica envolvendo a denúncia feita pela campanha do presidente Jair Bolsono (PL) de que o atual líder teria sido prejudicado com ao menos 154 mil inserções de propaganda eleitoral a menos que o ex-presidente Lula (PT) em diversas rádios ao redor do Brasil.

Procurada pelo site O Antagonista, a assessoria do TSE ainda não se pronunciou sobre a demissão de Machado.