Page Nav

HIDE

Suspeito de matar gerente encontrada seminua e com hematomas é preso

  O suspeito de roubar e matar a gerente Susana Dias Batista, de 47 anos, que estava desaparecida, foi preso na noite desse domingo (21/11) ...

 

O suspeito de roubar e matar a gerente Susana Dias Batista, de 47 anos, que estava desaparecida, foi preso na noite desse domingo (21/11) em Itapetininga, no interior de São Paulo. A vítima sumiu depois de sair da empresa onde trabalhava para ir almoçar em casa.

A Polícia Civil identificou o autor do crime com o auxílio das câmeras de segurança de lojas e condomínios próximos ao local onde a gerente de loja foi vista pela última vez.

O suspeito foi identificado como Raimundo Nonato da Silva Pessoa e indiciado por latrocínio (roubo seguido de morte) e estupro. O autor da morte de Susana Dias trabalhava como pedreiro e teve a prisão temporária decretada na sexta-feira (19/11).

Segundo a polícia, no local onde ele foi preso os investigadores encontraram a roupa que ele usava no dia do crime. Raimundo foi levado até a delegacia e confessou a autoria do crime. Ele foi transferido para um Centro de Detenção Provisória (CDP) da região.

Susana Dias Batista, de 47 anos, desapareceu no dia 17/11 em Itapetininga. Ela foi vista pela última vez usando a caminhonete do estabelecimento onde trabalhava.

Após uma mobilização para encontrá-la, familiares encontraram o corpo da mulher na tarde de quinta-feira (18/11), às margens da Rodovia Vereador Humberto Pellegrini (SP-268).

Corpo com hematomas

O corpo estava em um local de mata e foi localizado por parentes entre as cidades de Alambari e Itapetininga, no interior de São Paulo. Os parentes procuraram justamente no local onde ela foi vista pela última vez por dois ciclistas, depois de sair com o carro da empresa na qual trabalhava em Itapetininga.

Susana foi encontrada com hematomas no rosto e usando apenas roupas íntimas. A vítima era gerente de uma loja de máquinas e ferramentas. Ela tinha um grave ferimento na cabeça. 

A mulher começou a trabalhar na loja na área financeira há um ano e meio. Ela era muito querida pelos colegas e clientes. A prefeita de Itapetininga Simone Marquetto, que estava divulgando informações sobre as buscas de Susana Dias Batista, lamentou quando a morte da mulher de 47 anos foi confirmada.

O velório e o sepultamento de Susana ocorreu na sexta-feira (19/11) na Paróquia São João Batista, no bairro Vila Vendramini, em Itapetininga.

Por: Metrópoles