Page Nav

HIDE

Dany Bananinha acende vela para Marília, mas altar pega fogo

  Abalada com a morte de Marília Mendonça, a atriz Dany Bananinha decidiu acender uma vela para a cantora na madrugada deste domingo (7), ma...

 

Abalada com a morte de Marília Mendonça, a atriz Dany Bananinha decidiu acender uma vela para a cantora na madrugada deste domingo (7), mas as coisas não saíram como planejado. Mesmo em um suporte de vela, o fogo se espalhou pelo altar, e quase causou um incêndio no apartamento da artista.

O fogo foi controlado a tempo de não causar grandes danos, mas chegou a deixar o teto do apartamento da artista chamuscado. Após o ocorrido, Dany foi às redes sociais relatar o susto.

– Eu tenho um altar em casa, sempre tive. Sempre acendi vela de sete dias para o meu anjo da guarda. Ontem, muito triste, acendi uma vela para todos que sofreram o acidente e para o meu anjo da guarda – contou.

A artista relatou que o fogo já estava alto quando ela notou, e destaca que as coisas poderiam ter acabado mal.

– Se eu não estivesse em casa agora, poderia ter pego fogo no meu apartamento. Estou chocada. A vela estava protegida, ouvi estalos, e o fogo estava muito alto. Fiquei totalmente sem ação pensando em como fazer. Que loucura, meu Deus – assinalou.

Posteriormente, ela mostrou as fotos do ocorrido, reconheceu que sua atitude foi perigosa, e pediu para não receber repreensões dos seguidores.

– Sei que muita gente vai falar blá-blá-blá. Sim, eu sei que é perigoso. Errada ou certa, [a vela] estava em um lugar alto e protegida. (…) Eu sei que não se acende vela para morto em casa. Nunca acendi. Mas eu estava mal para sair e fazer isso numa igreja, e a intenção era eu ficar melhor também. Só que eu só pensava neles [as vítimas do acidente aéreo] – narrou.

Arrependida, Dany chegou a dizer que provavelmente nunca mais acenderia velas em sua casa, mas depois achou uma outra solução:

– Acabei de comprar uma vela eletrônica. Meu anjo da guarda vai continuar me protegendo. Não corro perigo, e minha fé nunca vai se abalar – concluiu.

Por: Pleno.News