Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Lázaro tinha R$ 4,4 mil no bolso e planejava deixar Goiás



O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, informou que Lázaro Barbosa, de 32 anos, tinha R$ 4,4 mil no bolso da calça quando foi cercado pelos agentes de segurança nesta segunda-feira (28). O criminoso foi morto durante um confronto armado com a força-tarefa.

– Esse dinheiro é um indicativo [de] que ele queria sair do estado ou até do país – explicou Miranda.

De acordo com o secretário, o serial killer descarregou uma pistola .380 contra os policiais, que reagiram. No momento do confronto, Lázaro teria ameaçado os policiais dizendo que iria morrer, mas levaria os agentes com ele.

– Temos filmagens que vamos mostrar para vocês: ele estava armado. Ele foi para o mato, fizemos o cerco. Ele tentou fugir do cerco e confrontou a equipe do major Edson. Um trabalho coletivo e, graças a Deus, nenhum policial foi ferido. Ele, na hora da abordagem, descarregou a pistola em cima dos policiais. E não tivemos outra alternativa senão revidar.

O criminoso chegou a ser levado para o Hospital Bom Jesus, onde o óbito foi confirmado. Ele estava sendo caçado há 20 dias por centenas de policiais, com auxílio de cães farejadores, câmeras de visão térmica e helicópteros.

Lázaro era acusado de ser o responsável por uma chacina em Ceilândia que tirou a vida de quatro pessoas de uma mesma família, além de ter uma extensa ficha criminal. Durante sua fuga, ele invadiu propriedades rurais, fez reféns, roubou automóveis e alimentos, aterrorizou a população local.

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas