Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Homem é espancado após ser confundido com serial killer Lázaro




Depois de ter sido espancado a pauladas na tarde desta terça-feira (22), um homem de 27 anos, identificado apenas como Brendo, tentou, mas não conseguiu socorro enquanto perambulava e pedia ajuda às margens da BR-262, próximo ao autódromo de Campo Grande. Ele ficou mais de 3 horas tentando, sem sucesso. O motivo? A semelhança com o serial killer Lázaro, atualmente um dos mais procurados do Brasil. 
À polícia, Brendo apresentou documentos e deu detalhes sobre pontos de Campo Grande, o que descartou qualquer possibilidade de se tratar do procurado, apesar da semelhança no tom de pele e cabelos negros.

O homem contou versão de cinema sobre o que ocorreu. Diz ter sido sequestrado por volta do meio-dia, no Bairro Tiradentes. Segundo ele, quatro encapuzados o abordaram e o obrigaram a entrar em um carro preto. De lá, partiram para a região do autódromo.



Já no local, distante da área urbana, a vítima afirma ter sido espancada com pedaços de pau e abandonada na região.

Ferido, o rapaz foi flagrado por motoristas andando às margens da rodovia sinalizando para carros e gritando por socorro, porém, ninguém parou.

O Campo Grande News recebeu mensagens de vários leitores que presenciaram a cena e também falaram sobre a semelhança com Lázaro. Um deles chegou a filmar, mas não parou.

“É muito parecido. Se é verdade ou não logo, logo vamos descobrir,  se ele não chegar no Paraguai, né”, comentou um leitor. "Parece muito com o Lázaro”, completou outro. 
Depois de horas tentando ajuda, o jovem não resistiu, caiu próximo a pista. Pessoas que passavam pela área acionaram a polícia e o Corpo de Bombeiros dizendo que viram "um cara parecido com Lázaro na rodovia".

Brendo foi socorrido com ferimentos nas costas, pescoço e cabeça e levado para a Santa Casa. Segundo a Polícia Militar, o rapaz possui passagens pela polícia, entre elas, por roubo.


 CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas