Page Nav

HIDE

Randolfe ‘rebate’ Bolsonaro e diz não ter idade para “briga de rua”

Nesta segunda-feira (12), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) rebateu declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro sobre “ir para a ...



Nesta segunda-feira (12), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) rebateu declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro sobre “ir para a porrada” com o parlamentar.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o senador afirmou que Bolsonaro “deveria ter coisas mais importantes para se preocupar”.

A declaração do presidente ocorreu durante uma ligação telefônica com o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO). No áudio, Bolsonaro fala sobre o parlamentar participar da CPI da Covid e ressalta que se Kajuru não integrar a comissão, “daí a canalhada lá do Randolfe Rodrigues vai participar. E vai começar a encher o saco. Daí, vou ter que sair na porrada com um bosta desse”.

Para Randolfe, no entanto, o comportamento de Bolsonaro não está “à altura de um presidente da República”.

– Esse comportamento não está à altura de um presidente da República, principalmente com tanta tragédia que estamos vivendo. Ele deveria ter coisas mais importantes para se preocupar do que chamar senador para briga de rua. Temos mais de 350 mil brasileiros mortos; 350 mil famílias infelizes, entristecidas. Eu rogaria que o presidente do meu país estivesse preocupado com isso. Ligasse aos senadores, da base ou não, perguntando o que poderia ser feito para reduzir o tamanho dessa tragédia – destacou.

O senador também disse que não tem mais idade para participar de “briga de rua”.

– Eu gostaria que ele tirasse um tempo para tomar medidas de coordenação nacional, dando um auxilio emergencial digno aos trabalhadores que estão sem trabalhar, dando apoio aos empresários que tiveram que fechar seus estabelecimentos e, sobretudo, tomando as medidas sanitárias necessárias para conter a pandemia, aumentando a imunização, indo atrás de vacinas. Essa deveria ser a preocupação. Ele não precisa se preocupar comigo. E, não sei ele, mas eu não tenho idade para participar de briga de rua. Só quero briga para tentar impedir que mais compatriotas padeçam dos males desse vírus – ressaltou.

Randolfe Rodrigues também falou sobre ampliar o foco da CPI para atingir governadores e prefeitos. O parlamentar disse não ser contra.

– Eu recebi a informação de que o requerimento [para incluir governos estaduais e municipais na comissão] já obteve as assinaturas necessárias. A CPI vai atingi-los. Não há problema. Até sugiro que comecemos com o governador do Amazonas, primeiro epicentro da doença no país – apontou.

Por: Pleno news