Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

A PARALISIA FACIAL OCORREU ATÉ 48 DIAS APÓS APLICAÇÃO DA VACINA CONTRA COVID-19, ENTENDA




“Esses casos ocorreram aos 3, 9, 37 e 48 dias após a vacinação. Um caso (início em 3 dias após a vacinação) foi relatado como resolvido com sequelas dentro de três dias após o início, e os outros três foram relatados como continuando ou resolvendo a partir do corte de dados de 14 de novembro de 2020 com durações contínuas de 10, 15, e 21 dias, respectivamente”, diz o relatório da FDA.

Segundo o documento, a frequência observada dos casos de paralisia de Bell “é consistente com a taxa de fundo esperada na população em geral” — 21.823 pessoas receberam a vacina nesta etapa dos testes e outros 21.828 tomaram placebo.

Com base nisso, a agência norte-americana avalia que “não há uma base clara sobre a qual concluir uma relação causal [entra vacina e a condição] neste momento, mas afirma que “recomendará vigilância para casos de paralisia de Bell com a implantação da vacina em populações maiores”.

A paralisia de Bell é o enfraquecimento repentino ou paralisia dos músculos em um lado da face devido à disfunção do 7º nervo craniano (nervo facial), de acordo com o Manual Merck de Diagnóstico e Tratamento.

Este nervo é responsável pelos movimentos do rosto, estimula a salivação e as glândulas lacrimais, além ter funções auxiliares no paladar e audição.

Os sintomas incluem dor atrás do olho, que evolui para fraqueza moderada e até completa de apenas um dos lados do rosto. O resultado é que a face fica lisa, sem expressão.

Apesar disso, alguns pacientes sentem a face torcida. Segundo o Manual Merck, isso ocorre “porque os músculos da parte não afetada têm tendência a direcioná-la nesse sentido, sempre que realizam uma expressão facial”.

As causas podem ser uma infecção viral (principalmente pelo vírus que causa o herpes simples) ou alguma doença imunológica que faz o nervo facial inchar.

A maioria das pessoas se recupera completamente depois de vários meses, com ou sem tratamento. Medicamentos corticosteroides podem ser usados, sob orientação médica, além de fisioterapia.

Fonte: R7

Postar um comentário

5 Comentários

Páginas