Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

MPF na cola de Flávio Dino por uso de respiradores pra pagar propina

O Ministério Público Federal (MPF) investiga o Consórcio Nordeste, do qual faz parte o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) e é presi...



O Ministério Público Federal (MPF) investiga o Consórcio Nordeste, do qual faz parte o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) e é presidido pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), por um suposto uso de compra de respiradores para fazer pagamento de propina.


Procuradores acusam o secretário do consórcio, o ex-ministro petista Carlos Gabas, de intermediar o desvio de respiradores para a cidade paulista de Araraquara, governada pelo também petista Edinho Silva.

De acordo com o MPF, “o Consórcio Nordeste firmou contrato com a empresa Hempcare Pharma Representações LTDA para o fornecimento de 300 respiradores, mas, para viabilizar a negociação, teria exigido a doação de 30 respiradores ao município de Araraquara”.

Todos os nove governadores do Nordeste pagaram cerca de R$ 50 milhões pelos 300 respiradores. Desse total, o governo Flávio Dino (PCdoB) contribuiu com R$ 4,9 milhões. Os equipamentos nunca chegaram do exterior apesar dos recursos terem sido pagos.

Por Terra Brasil Notícias

Nenhum comentário

Publicidade rodapé