Page Nav

HIDE

Lula cogita desistir de aumento adicional no salário mínimo

  A gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pretende segurar o aumento extra do salário mínimo que havia sido prometido durante ...

 

A gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pretende segurar o aumento extra do salário mínimo que havia sido prometido durante a transição e que elevaria o valor para R$ 1.302. O governo concluiu que o acréscimo excederia o teto de gastos públicos em R$ 7,7 bilhões devido a uma concessão acima do esperado feita a aposentadorias no ano passado.

De acordo com informações do colunista Valdo Cruz, do portal G1, a equipe do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, quer que seja mantido o valor de R$ 1.302 durante todo o ano de 2023. O número havia sido fixado no ano passado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) por meio de uma medida provisória e já inclui um aumento real de 1,4% em relação ao anterior, que era R$ 1.212.

Já outra ala do PT está preocupada com o desgaste político de Lula em razão do descumprimento da promessa. Essa parte da legenda requer que o aumento para R$ 1.320 ocorra a partir do mês de maio, mais especificamente no Dia do Trabalho.

A decisão definitiva sobre o valor que o salário mínimo terá neste ano deve ocorrer em reunião marcada para a próxima quarta-feira (18).