Page Nav

HIDE

Veja Flordelis no julgamento da morte do pastor Anderson

A ex-deputada federal Flordelis  e outros quatro membros de sua família chegaram ao Fórum de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Jane...


A ex-deputada federal Flordelis e outros quatro membros de sua família chegaram ao Fórum de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (7) para serem julgados pela morte do pastor Anderson do Carmo, assassinado em 16 de junho de 2019 na garagem da casa da família.

De cabelos loiros, Flordelis foi cercada por seus advogados, que fizeram uma barreira para que ela não fosse fotografada pelos jornalistas que estavam no local. O fato chegou inclusive a ser questionado, antes do julgamento começar, pelo assistente de acusação, o advogado Ângelo Máximo, que representa a família do pastor Anderson.

– A assistência de acusação fica até admirada com essa barreira feita pela defesa, que queria a transmissão [do julgamento] ao vivo pelo YouTube, e agora faz essa barreira e impede o acesso da imprensa para fazer as imagens – observou o advogado.

SOBRE O JULGAMENTO
Flordelis e mais quatro pessoas de sua família começam a ser julgadas nesta segunda-feira (7) pela morte do pastor Anderson do Carmo, morto em junho de 2019 em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A expectativa é de que a sessão do Tribunal do Júri tenha mais de um dia de duração em virtude da quantidade de réus.

Além da ex-parlamentar, vão a julgamento sua filha biológica Simone dos Santos, a neta Rayane dos Santos, e os filhos afetivos André Luiz e Marzy Teixeira. O julgamento está marcado para começar às 9h, no Fórum de Niterói. No primeiro dia, está previsto que a sessão seja interrompida por volta das 20h, sendo retomada às 9h da terça-feira (8).

Flordelis é apontada como a mandante do crime e responderá por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, emprego de meio cruel e de recurso que impossibilitou a defesa da vítima), tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada.

Já Marzy Teixeira Silva, Simone dos Santos Rodrigues e André Luiz de Oliveira responderão por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa armada. A neta de Flordelis, Rayane dos Santos Oliveira, será julgada por homicídio triplamente qualificado e associação criminosa armada.

Por: Pleno.News