Page Nav

HIDE

Lira: “Congresso irá discutir a política de preços da Petrobras”

  Após o novo reajuste de combustíveis anunciado pela Petrobras, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que o Co...

 

Após o novo reajuste de combustíveis anunciado pela Petrobras, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que o Congresso Nacional deve discutir a política de preços da empresa. Em entrevista à GloboNews, ele criticou o novo aumento.

O novo reajuste foi anunciado pela empresa nesta sexta. O valor da gasolina vendido às distribuidoras subirá 5,18%, indo de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro. Já o diesel aumentou 14,26%, passando de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro. Os novos valores passarão a valer a partir deste sábado (18).

– Vamos reunir o Colégio de Líderes, a oposição, o governo e a base para discutir a política de preços da Petrobras. É necessário que tenhamos que discutir a política de preços da Petrobras muito diretamente esta semana e exigir a renúncia de um presidente demitido que age com absoluta parcialidade – pontuou.

O presidente da Câmara também reclamou do aumento ter sido definido no meio de um feriado.

– Não há nenhuma emergência ou calamidade que justifique uma reunião neste momento, quando o Congresso está debruçado em discutir essencialidades – ressaltou.

Ele ainda afirmou que o presidente da Petrobras está fazendo mal ao Brasil.

– Já poderia ter entregado seu cargo. Está postergando a sua saída. Isso está fazendo mal não só a ele, mas também ao Brasil (…). Esse presidente, se não renunciar, pode causar um constrangimento para o povo brasileiro – destacou.