Page Nav

HIDE

Sargento da PM mata a família, põe fogo na casa e se suicida

  Um sargento da Polícia Militar do Distrito Federal é apontado como o suspeito de ter matado a esposa e os dois filhos, nesta quinta-feira ...

 

Um sargento da Polícia Militar do Distrito Federal é apontado como o suspeito de ter matado a esposa e os dois filhos, nesta quinta-feira (10), em Planaltina. Em seguida, ele colocou fogo na casa da família e tirou a própria vida.

De acordo informações preliminares do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF), eles foram acionados por causa de um incêndio residencial. Chegando ao local, encontraram as vítimas já sem vida. Elas estavam carbonizadas e tinham marcas de tiro.

Informações do site Metrópoles indicam que um dos corpos estava na sala, atrás da porta, e os outros três, dentro de um quarto.

– Foram três tiros na mulher: um no abdômen, um no pescoço e outro na cabeça. Um dos filhos tinha um tiro na cabeça e, o outro, não deu para identificar, pois estava muito queimado – relatou o bombeiro.

Ainda de acordo com o militar, o PM tinha problemas psiquiátricos. Vizinhos apontaram que o sargento tinha um perfil agressivo e intimidador.

– Não falava com ninguém, nunca vi esses filhos dele. Ele era muito fechado, procurava confusão com todo mundo na rua, tem mais de 20 anos que moro aqui e nunca falei com ele – disse um enfermeiro que mora na região.