Page Nav

HIDE

Imagem de homem com faixa no DF dizendo que não come a três dias e pedindo emprego viraliza; veja

  A imagem de um homem erguendo um cartaz em um sinal do centro de Ceilândia ganhou as redes sociais desde nessa segunda-feira (8/2). Dizend...

 

A imagem de um homem erguendo um cartaz em um sinal do centro de Ceilândia ganhou as redes sociais desde nessa segunda-feira (8/2). Dizendo que passa fome, ele pede um emprego para poder alimentar a esposa que está grávida de 7 meses.

Morador de Valparaíso de Goiás (GO), o homem é Ailton Santos de Souza, 23 anos. Conforme conta, desde o início da pandemia está desempregado e as opções foram se esgotando. “A gente foi passando dificuldade, consegui um bico aqui e ali, mas depois zerou. Pensei em fazer uns currículos para entregar, mas me veio a ideia da faixa também”, diz.


Ailton viu um anúncio e decidiu entrar em contato. Contou ao responsável por fazer as faixas a história dele e ouviu que o serviço seria feito de graça. “Fiquei muito feliz, mas ainda precisava de conseguir chegar até Ceilândia para pegar a placa”, explica.


Ele pegou uma carona de casa até o Guará e depois saiu pedindo dinheiro para passagem de metrô até o destino final. “Algumas pessoas me ajudaram e fui até a loja do rapaz. Ele me deu a faixa e mais R$ 20 para meu almoço, pois não comia havia três dias”, detalha.


Querendo economizar dinheiro, Ailton desistiu de ir até o centro de Brasília e achou melhor mostrar a faixa em Ceilândia mesmo. “Fiquei ali. Todo sinal fechado, ia lá e via as pessoas tirando foto e falando comigo. Graças a Deus muita gente e muita empresa já entrou em contato comigo”, afirma.

Com experiência em limpeza, portaria, supermercado e locução, o homem tem realizado entrevistas de emprego em busca da melhor oportunidade. “Hoje nem voltei para o sinal de tanta ligação”, explica.


Apesar da possibilidade de conseguir emprego, Ailton diz que ainda precisa de bastante ajuda. “Quem puder me enviar ou trazer uma cesta básica, seria muito bom”.

Quem puder levar alimento à casa de Ailton deve ir até o Lote 26, Quadra 6, Rua 5 do bairro Parque Marajó em Valparaíso de Goiás. O Pix é o telefone celular dele: (61) 99552-2491.


Com informações do Metrópoles