Page Nav

HIDE

Antes de matar filhos, mãe lhes desejou “muitos anos de vida”

  Acusada de matar os filhos de 3 e de 6 anos de idade a facadas, a dona de casa Stephani Ferreira Peixoto costumava fazer diversas publicaç...

 

Acusada de matar os filhos de 3 e de 6 anos de idade a facadas, a dona de casa Stephani Ferreira Peixoto costumava fazer diversas publicações carinhosas direcionadas aos meninos. Em seu último post antes do crime, ela celebra o aniversário de 6 anos de um deles, Bruno Leonardo, e deseja que ele tenha “muitos anos de vida e alegria”.

– Hoje é o seu dia, meu amor. Parabéns, meu meninão. Que Deus continue abençoando você. Você é um menino encantador… Eu amo esse seu jeito levado, sincero, amoroso, que protege quem ama. Feliz dia… Que venham muitos anos de vida e alegria na sua vida. Obrigada, Deus, por essa bênção – escreveu ela.

O aniversário de Arthur, ocorrido em março do ano passado, também teve homenagem nas redes sociais. Na ocasião, Stephani descreveu o filho como um “milagre” e afirmou que ele a completava.

– Me lembro extremamente do dia [em] que você chegou em nossas vidas. Você veio em forma de milagre, gravidez de risco, tomando remédios pra segurar você mais um pouquinho. Deus é tão perfeito que Ele me deu você só pra completar minha vida e o desejo do meu coração – assinalou.

Publicações do tipo eram recorrentes nas redes sociais de Stephani, que normalmente usava hashtags como #AmoresdaMinhaVida e #MeusMeninos, além de emojis de corações, rostos felizes e beijos. Na vizinhança, ela era conhecida como uma boa mãe.

– Eles eram discretos e muito educados. Raramente as crianças brincavam na rua. Quando isso acontecia, era o pai deles que sempre vigiava. Ela parecia ser uma excelente mãe. As crianças sempre andavam arrumadas, eram bem tratadas. Não entendemos essa brutalidade. Não entendo o porquê disso – explicou uma vizinha, ao jornal O Globo.

Hoje, ela se encontra sob custódia, internada no Hospital Municipal José Rabello de Mello, após matar as crianças e tentar suicídio cortando os pulsos. Antes de cometer os crimes, ela ligou para o marido e disse que estava se matando. O homem teria ido até a casa, mas não conseguiu entrar. Os vizinhos acionaram a polícia, que encontrou as crianças mortas e a mulher ensanguentada.

– O crime aconteceu por volta de 13h30. Ainda estamos tentando entender o que motivou esse crime. A autora foi socorrida [e levada] para o Hospital José Rabelo Melo, com os pulsos cortados, e seu estado de saúde é estável. Já o corpo das crianças foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Teresópolis. Nos próximos dias, vamos ouvir testemunhas e também a autora – explicaram as autoridades policiais.

Por: Pleno.News