Page Nav

HIDE

“Não faço ideia de onde vieram as balas”, diz armeira do filme Rust

  Hannah Gutierrez Reed, 24, armeira do filme Rust, disse não ter ideia de onde vieram as balas reais que levaram à morte a diretora Halyna ...

 

Hannah Gutierrez Reed, 24, armeira do filme Rust, disse não ter ideia de onde vieram as balas reais que levaram à morte a diretora Halyna Hutchins, após disparos feitos pelo ator Alec Baldwin, durante gravação no dia 21/10, em Santa Fé, no (EUA).

Em comunicado, os advogados de Reed afirmaram que ela nunca permitiria que isso acontecesse. “Hannah está devastada e completamente fora de si com os eventos que ocorreram. Segurança é sua prioridade número um. Em última análise, o set nunca teria sido comprometido se a munição real não fosse introduzida no local. Hannah não tem ideia de onde vieram as munições reais”, informou a nota enviada por Jason Bowles e Robert Gorence.

Os advogados informaram ainda que as armas eram sempre trancadas à noite e no horário de almoço e que ela não teve treinamento adequado.

“Hannah foi contratada para dois cargos neste filme, o que tornou extremamente difícil se concentrar apenas no seu trabalho como armeira. Ela lutou por treinamento, por dias, para usar as armas, por tempo adequado de preparação para tiros, mas acabou sendo anulada pela produção e o departamento dela. Todo o conjunto do set tornou-se inseguro devido a vários fatores, incluindo a falta de reuniões de segurança”, revela a nota.

Halyna Hutchins, de 42 anos, foi atingida por um tiro disparado por uma arma cenográfica. Ela chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu. O diretor Joel Souza também foi hospitalizado por conta de um tiro no ombro, mas já recebeu alta.

A arma que Alec Baldwin disparou foi entregue ao ator por um assistente de direção. Ele garantiu que a pistola era segura. A diretora de fotografia foi baleada na região do peito.

De acordo com autoridades de Santa Fé, no Novo México (EUA), Baldwin recebeu a arma e foi informado de que ela estava descarregada.

Até o momento, nenhuma acusação foi feita e a investigação segue em andamento.

Por: Metrópoles

Nenhum comentário