Deputado leva bronca de árbitro após reclamar de ‘cera’ em jogo do Flamengo

 

Neste domingo (19), o deputado distrital João Hermeto de Oliveira Neto levou uma bronca do árbitro durante o jogo Flamengo x Grêmio, no Maracanã, pela 21ª rodada do Brasileirão. O Clube de Regatas do Flamengo está proibido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) de realizar jogos com público, mas pode ter convidados nas arquibancadas.

Pelas imagens da partida, é possível ver o líder do governo na Câmara Legislativa do DF (CLDF) sendo repreendido por um segurança à mando do juiz Marielson Alves Silva, mas o motivo da advertência não ficou claro. A súmula da partida, porém, registra o deputado xingando a arbitragem.

À coluna Grande Angular, do site Metrópoles, Hermeto disse que reclamou com o juiz “porque o goleiro do Grêmio estava fazendo cera” (expressão utilizada quando um jogador tenta atrasar a partida propositalmente para segurar o resultado vantajoso). Ele conta ainda que ao receber a advertência, parou de reclamar e que foi “só isso”.

O árbitro relatou na seção “Observações Eventuais” da súmula que, “aos 7 minutos do segundo tempo da partida, o sr. João Hermeto de Oliveira Neto, convidado do Clube de Regatas Flamengo, que se encontrava na arquibancada, o mesmo protestou contra a equipe de arbitragem proferindo as seguintes palavras: “P**** manda substituir o goleiro, p**** quero ver o tempo de acréscimo”.

As falas foram feitas num lance em que o goleiro Gabriel Chapecó, do Grêmio, avançou para cortar um cruzamento, mas acabou colidindo com o zagueiro Ruan, do mesmo time. Os médicos entraram em campo e constataram que a situação do goleiro era grave. Ele precisou ser substituído pelo reserva Brenno e foi levado de maca para uma ambulância.

O goleiro está consciente e recebendo todos os cuidados necessários, segundo a assessoria do Grêmio.

Por: site Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas