Page Nav

HIDE

Após 15 anos, DF volta a ser sede dos Jogos Universitários Brasileiros

Capital vai receber seis mil participantes e o investimento de R$ 11 milhões no setor hoteleiro   O Distrito Federal será sede dos Jogos Uni...




Capital vai receber seis mil participantes e o investimento de R$ 11 milhões no setor hoteleiro

 

O Distrito Federal será sede dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) entre 10 e 18 de outubro deste ano. Nesta quinta-feira (29), o governador Ibaneis Rocha recebeu a confirmação do presidente da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral.

 

Após 15 anos, a capital receberá 4,5 mil atletas de 500 instituições de ensino superior, além de dois mil oficiais, técnicos e árbitros. O investimento da entidade será de R$ 11 milhões no setor hoteleiro.

A secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, destaca a importância do evento para a capital.

 

“Brasília está ganhando um presente. Os jogos vão aquecer a economia local, os hotéis estarão abastecidos e o setor de alimentação, também. Além disso, acreditamos muito nos universitários, nossos ídolos do esporte. Se as nossas crianças virem esses exemplos, vão se inspirar”.

 

Luciano Cabral, presidente da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) – que organiza a competição, afirma que serão 15 modalidades, sendo quatro do paradesporto, seis de esportes eletrônicos e extras de trabalhos acadêmicos. “Brasília é uma das melhores cidades para receber esse tipo de evento. A rede hoteleira está concentrada, as vias são largas, não há dificuldade de fluxo e as instalações são perfeitas”, elogia.

 

Presidente da Frente Parlamentar de Esporte e vice-presidente da comissão de Esporte na Câmara dos Deputados, o deputado Júlio Cesar lembra que para trazer os jogos para a capital foi feito um trabalho integrado com os deputados Rodrigo Delmasso e Celina Leão, além do presidente da Federação das Indústrias do DF (Fibra), Jamal Bittar. “Temos um legado de vários atletas olímpicos que passaram por essa competição”, comenta.

 

Para garantir a segurança de todos, os participantes vão seguir um protocolo rígido de prevenção à covid-19, como o uso de máscara, álcool gel, aferição de temperatura e distanciamento social. Todos os atletas e participantes também precisarão passar por exames de detecção do vírus.

 

Fonte:Agência Brasília

Nenhum comentário