Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Chefe do tráfico “Rainha do trem bala” é presa no Rio

Policiais Civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente prenderam Roberta da Rosa Vieira, conhecida como a “Rainha do Trem Bala”...



Policiais Civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente prenderam Roberta da Rosa Vieira, conhecida como a “Rainha do Trem Bala”, uma das líderes do tráfico de drogas nas comunidades nos municípios de São Gonçalo e Itaboraí, Região Metropolitana do Rio.

Roberta da Rosa foi presa no Colubandê, em São Gonçalo, e segundo a polícia, havia um mandado de prisão preventiva em aberto contra ela.

Agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente chegaram à mulher depois de serem comunicados pelo setor de busca da unidade especializada de que ela teria ido visitar o filho, em um endereço no bairro do Colubandê, em São Gonçalo (RJ).

Os policiais se dirigiram ao local e capturaram a mulher, que estava foragida da Justiça.

Agentes encontraram a mulher no Colubandê, São Gonçalo Foto: Reprodução

De acordo com a polícia, Roberta chefia uma organização criminosa que domina os seguintes bairros da região: Almerinda, Jockey e Zé Garoto, todos em São Gonçalo. Além da Comunidade da Reta Velha, em Itaboraí.

Roberta já havia ficado presa entre 2014 e 2016. Ela acabou sendo pega em flagrante novamente quatro meses após ganhar a liberdade e permaneceu em detenção até 2017.

A acusada tem fortes ligações com o traficante Rabicó, sendo uma pessoa de sua confiança. Os seus negócios ilícitos vêm se expandindo até mesmo para áreas mais nobres de São Gonçalo, como o bairro do Colubandê.

Além de ter sido presa pela prática dos crimes de tráfico e associação para o tráfico, Roberta ainda é investigada como autora de homicídios em três inquéritos que tramitam da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG).

Com ela, foi apreendido um telefone celular que servirá como prova para as investigações em andamento, bem como poderá ser utilizado para deflagrar novas apurações em que a capturada possa estar envolvida.

Após as formalidades relativas ao cumprimento do mandado, a presa foi encaminhada à Secretaria de Administração Penitenciária, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: Pleno News

Nenhum comentário

Publicidade rodapé