Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Após internação por ter bactéria no sangue, Lula recebe alta em hospital de SP

O ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva  precisou ficar internado por quatro dias no  Hospital Sírio-Libanês  devido a um quadro de bacte...



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva precisou ficar internado por quatro dias no Hospital Sírio-Libanês devido a um quadro de bacteremia, que corresponde à presença de bactérias na corrente sanguínea. De acordo com informações da assessoria de imprensa, ele passou por tratamento com antibióticos, por via venosa, e teve alta nesta terça-feira (9/2).

Lula, segundo assessores, está hoje se sentindo bem e em casa, onde acompanhou on-line o julgamento da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu, por 4 a 1, manter a decisão que garantiu à defesa do ex-presidente o acesso à íntegra do material apreendido na Operação Spoofing – investigação que mirou grupo de hackers responsáveis por invadir celulares de autoridades, atingindo o ex-ministro da Justiça Sergio Moro e procuradores da força-tarefa da Lava Jato.

Ha cerca de um mês, enquanto participava da filmagem de um documentário em Cuba, Lula teve Covid-19, mas não precisou ficar internado. Ele cumpriu quarentena na ilha.

A bacteremia pode acontecer devido à realização de procedimento cirúrgicos e odontológicos ou ser consequência de infecções urinárias, por exemplo.

Normalmente a doença é assintomática, mas podem ocorrer, em alguns casos, febre, alteração na frequência respiratória, calafrios, diminuição da pressão, aumento da frequência cardíaca e alteração na concentração de glóbulos brancos, o que pode deixar a pessoa mais suscetível a doenças.

Por Metrópoles

Nenhum comentário

Publicidade rodapé