Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

GDF sanciona lei que determina jogo de queimada como modalidade esportiva

A brincadeira antiga em escolas conhecida como queimada evoluiu ao longo do tempo e será levada ainda mais a sério na capital do país. Um pr...



A brincadeira antiga em escolas conhecida como queimada evoluiu ao longo do tempo e será levada ainda mais a sério na capital do país. Um projeto de autoria do distrital Martins Machado (Republicanos) foi sancionado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) e, desde terça-feira (1/12), está em vigor a lei que reconhece o jogo como modalidade esportiva no Distrito Federal.



A novidade foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) nesta quarta-feira (2/12). “A queimada, famosa em Brasília, abarca centenas de mulheres e homens que praticam a modalidade como esporte em nível de competições regionais e estaduais”, defende Martins Machado. O projeto dele tramita na casa desde 2019, foi aprovado nas comissões e assinado pelo governador nessa terça.

De acordo com o distrital, que também é o presidente da Frente Parlamentar de Esporte na Câmara Legislativa do DF, a aprovação da lei irá contribuir no apoio à modalidade. “Reconhecer a queimada como uma modalidade esportiva na cidade é uma forma de oficializar e proporcionar apoio, já que têm vários adeptos”.

LEI TRANSFORMA QUEIMADA EM MODALIDADE ESPORTIVA NO DFLei transforma queimada em modalidade esportiva no DF

Atualmente, Brasília conta com ao menos 32 times de queimada, entre masculino e feminino. O Zoe, pioneiro na modalidade na capital, comemorou bastante a conquista. Para Jéssica Martins, coordenadora geral da equipe, isso trará mais respeito ao esporte praticado por elas.

“Isso significa, literalmente, sermos reconhecidas pelo desempenho e dedicação até aqui. Sempre nos preparamos para campeonatos, torneios, inclusive fora de Brasília, e nunca tivemos apoio justamente por não ser considerado um esporte”, afirma Jéssica. O Zoe tem cinco anos de existência e, de acordo com ela, luta pelo reconhecimento como esporte há pelo menos quatro.

Atividade física na escola antigamente, a queimada, atualmente, também serve fator de inclusão social de crianças, adolescentes e jovens.

Por Metrópoles 

Nenhum comentário

Publicidade rodapé