Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Publicidade abaixo de destaque

Bolsonaro e Felipe Neto estão entre as 100 personalidades do ano de 2020

Presidente brasileiro foi descrito em artigo da revista Time como "agitador de direita" Bolsonaro cumprimenta apoiadores no 7 de S...



Presidente brasileiro foi descrito em artigo da revista Time como "agitador de direita"


Bolsonaro cumprimenta apoiadores no 7 de SetembroIGO ESTRELA/METRÓPOLES
Opresidente Jair Bolsonaro (sem partido) entrou para a lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, publicada pela revista Time nessa terça-feira (22/9). Além do mandatário da República, o youtuber Felipe Neto, que tem quase 40 milhões de inscritos em seu canal e é crítico ferrenho do chefe do Executivo, é o segundo brasileiro a compor a lista de 2020.


Os dois presidentes petistas, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, também já estiveram na tradicional lista da revista americana. Em 2010, quando Lula terminava de cumprir seu segundo mandato, a Time o escolheu como o líder “mais influente do mundo”. No artigo escrito pelo cineasta Michael Moore, o ex-presidente é descrito como “filho legítimo da classe trabalhadora da América Latina”.


Em 2017, Michel Temer integrou uma outra lista famosa da revista e compôs o ranking dos cinco líderes mais impopulares do mundo, destacando que a popularidade de Temer não passava de um dígito.

O artigo que descreve a escolha de Bolsonaro pela revista destaca que “a história do Brasil em 2020 pode ser contada em números”. O texto destaca para além dos mais de 137 mil mortos por Covid-19, a pior recessão em 40 anos e os 29 mil focos de incêndio na Amazônia. “Um presidente cujo ceticismo teimoso sobre a pandemia e indiferença à devastação ambiental elevou todos esses números”, diz a revista.


O texto assinado pelo editor de internacional da Time, Dan Stewart, ressalta que Bolsonaro mantém um alto patamar de popularidade, “apesar de uma tempestade de denúncias de corrupção e de um dos índices de mortes por Covid-19 entre os maiores do mundo”.

Por Metrópoles

Nenhum comentário

Publicidade rodapé