Page Nav

HIDE

PT pede exoneração de servidor municipal de saúde que invadiu STF

  O PT pediu que o prefeito Caíque Rossi, do PSD, exonere o chefe de setor de ambulâncias da secretaria municipal de saúde de Penápolis (SP)...

 

O PT pediu que o prefeito Caíque Rossi, do PSD, exonere o chefe de setor de ambulâncias da secretaria municipal de saúde de Penápolis (SP) após sua participação no ato terrorista em Brasília.

O servidor, Erlon Paliotta Ferrite, invadiu o (STF) e gravou um vídeo chutando um busto no edifício neste domingo (8/1).

Ele também gravou outro manifestante, Fábio Oliveira, sentado em uma cadeira do Supremo levada até a praça dos Três Poderes. No vídeo, ele diz que “a cadeira do Xandão está agora com meu irmão, Fábio”.

“O funcionário em cargo de confiança Erlon Paliotta Ferrite, não poupou esforços ao consumar atos terroristas, depredações do patrimônio público, bem como, incitação ao ódio. O código penal Brasileiro descreve tais condutas como crimes passiveis de punições severas, por delapidação do patrimônio público, histórico e cultural”, diz o pedido, assinado pelo PT de Penápolis.

Por: Metrópoles