Page Nav

HIDE

PL deve pedir que sejam desconsideradas as urnas eletrônicas antigas, isso daria vitória a Bolsonaro

  O Partido Liberal vai entrar com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para anular as eleições de 2022. A decisão não é só sobre ...

 


O Partido Liberal vai entrar com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para anular as eleições de 2022. A decisão não é só sobre a eleição presidencial, mas também para deputados estaduais, federais, senadores e governadores

Uma das justificativas para o pedido é que não é possível validar os resultados gerados em todas as urnas eletrônicas de modelos 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015.

Outra razão seria a parcialidade do TSE durante todo o período eleitoral.

A informação foi passada por uma fonte do partido liderado por Valdemar Costa Neto ao site O Antagonista.

Segundo eles, há um relatório de uma auditoria contratada que é assinada por Carlos Rocha, presidente do Instituto Voto Legal (IVL); seu vice Márcio Abreu, engenheiro eletrônico, e o membro associado Flávio Gottardo de Oliveira, engenheiro aeronáutico, ambos formados no Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

É deles a informação de que nas urnas mais antigas foi identificado “interferência indevida nos percentuais de votação dos candidatos”.

Por: Pleno.News