Page Nav

HIDE

Lula tenta reaver R$ 5,5 milhões retidos na época da Lava Jato

  Na tentativa de reaver parte de seus bens, que seguem bloqueados pela Justiça em decorrência da Operação Lava Jato, Luiz Inácio Lula da Si...

 

Na tentativa de reaver parte de seus bens, que seguem bloqueados pela Justiça em decorrência da Operação Lava Jato, Luiz Inácio Lula da Silva quer que o Supremo Tribunal Federal (STF) ordene ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) que faça o desbloqueio de um montante de R$ 5,5 milhões.

A petição foi enviada nesta terça-feira (8) por Cristiano Zanin, advogado do petista, ao ministro do STF Gilmar Mendes. Os valores estão retidos no Bradesco Vida e Previdência. Lula é beneficiário de 20% de um plano de previdência privada VGBL de sua falecida mulher, Marisa Letícia, morta em 2017. O valor de R$ 5,5 milhões foi informado à Justiça Eleitoral no ato de registro da candidatura do petista em 2022.

Os quatro filhos do presidente eleito e de Marisa têm direito a 80% dessa quantia.

A defesa de Lula apresentou o pedido na mesma ação do Supremo em que Gilmar Mendes suspendeu um processo do TRF3 que tentava cobrar 18 milhões de reais em impostos devidos por Lula. Na decisão, proferida em setembro, o ministro avaliou que a ação se baseava em provas anuladas da Lava Jato. O montante do plano de previdência, no entanto, acabou ficando retido por causa desta ação.

O advogado de Lula disse a Gilmar, crítico da Lava Jato, que “trata-se de quantia essencial à manutenção da subsistência” do petista e de sua família.

Por: Pleno.News