Page Nav

HIDE

Briga em estádio de futebol tem 125 mortos, sendo 32 crianças

  Uma confusão gerou 125 mortos ao término do jogo entre Arema FC e Persebaya Surabaya, pela primeira divisão do Campeonato Indonésio. Ao me...

 

Uma confusão gerou 125 mortos ao término do jogo entre Arema FC e Persebaya Surabaya, pela primeira divisão do Campeonato Indonésio. Ao menos 32 crianças estão entre os mortos.

O vice-governador da província de Java Oriental, Emil Dardak, foi o responsável em atualizar os dados sobre a situação gerada pelos confrontos entre torcedores e a polícia no estádio Kanjuruhan, na cidade de Malang.

A confusão aconteceu depois que uma multidão de torcedores do Arema FC invadiu o gramado após a derrota por 3 a 2 para o Persebaya Surabaya. Agentes das forças de segurança tentaram dispersar as pessoas com gás lacrimogêneo e a situação virou uma tragédia.

De acordo com o chefe de polícia de Java Oriental, Nico Afinta, a maior parte das mortes aconteceu em decorrência da invasão dos torcedores, com muitos tendo ficado asfixiados quando tentavam sair do estádio.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, se manifestou sobre o caso e expressou “condolências” às famílias das vítimas. Além disso, o chefe de governo determinou uma “avaliação exaustiva da execução dos jogos de futebol e dos procedimentos de segurança para sua realização”. Além disso, Widodo anunciou uma investigação para “averiguar a fundo” os acontecimentos em Malang.

O ministro dos Esportes, Zainudin Amali, afirmou à agência local de notícias “Kompas” que a pasta reavaliaria a segurança dos jogos de futebol e não descarta proibir a presença de torcedores nos estádios.

Após a tragédia, de maneira preliminar, os jogos do Campeonato Indonésio foram suspensos.

*EFE