Page Nav

HIDE

Ana Paula Henkel não pode falar sobre Lula e surpreende

Por um placar de 4 votos a 3, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá três di...



Por um placar de 4 votos a 3, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá três direitos de resposta a serem veiculados na Jovem Pan. Desta forma, o petista pode rebater afirmações de comentaristas da emissora de que ele é mentiroso, não foi “inocentado” pela Justiça e que perseguiria cristãos caso fosse eleito.

O julgamento foi realizado por meio de sessão virtual, na segunda-feira (17). Caso os comentaristas voltem a reproduzir essas informações sobre o petista, a Corte determinou que seja aplicada multa no valor de R$ 25 mil.

A decisão atende a um pedido da coligação Brasil da Esperança que na ação citou que o comentarista Guilherme Fiuza teria dito que o “o petismo é uma escória de pilantras que afundaram o Brasil”, e “teria chamado o candidato [Lula] de mentiroso e outros impropérios, para ao final que ele foi ‘descondenado'”.

De acordo com a decisão do TSE, a Jovem Pan deve divulgar os direitos de resposta de Lula “mediante emprego de mesmo impulsionamento de conteúdo eventualmente contratado, em mesmo veículo, espaço, local, horário, página eletrônica, tamanho, caracteres e outros elementos de realce utilizados na ofensa”.

Com o mesmo placar, o tribunal também decidiu suspender a propaganda de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) veiculada em rede de televisão em que diz que Lula é o mais votado nos presídios.

Diante da decisão do TSE, a comentarista da Jovem Pan, Ana Paula Henkel decidiu ler uma receita de bolo durante o programa Os Pingos nos Is, de terça-feira (18).

– Estamos vivendo um atentado contra a democracia e, diante do claro estado de exceção, das restrições draconianas impostas por cortes no Brasil que deveriam salvaguardar a nossa Constituição e proteger a liberdade de imprensa, o meu comentário sobre o Tarcísio infelizmente vai ser uma receita de bolo de fubá – declarou.

Já em uma publicação, no Twitter, nesta quarta (19), Henkel citou o deputado Marcel van Hattem (Novo-RS) e escreveu que “seguimos nas redes chamando Lula do que ele, de fato, é: ex-presidiário, descondenado, ladrão, corrupto e chefe de organização criminosa”.

– Eles podem tentar nos calar, mas haverá sempre homens corajosos como @marcelvanhattem que defenderão a liberdade de imprensa e a CONSTITUIÇÃO. Seguimos nas redes chamando Lula do que ele, de fato, é: ex-presidiário, descondenado, ladrão, corrupto e chefe de organização criminosa – escreveu a jornalista.

Por: Pleno.News