Page Nav

HIDE

Homem que assassinou a ex e o filho tem tatuagem de Lula

Ezequiel Lemos Ramos, de 39 anos, é estudante de Medicina, colecionador de armas e, ao que tudo indica, eleitor do ex-presidente Luiz Inácio...


Ezequiel Lemos Ramos, de 39 anos, é estudante de Medicina, colecionador de armas e, ao que tudo indica, eleitor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ele ostenta no braço esquerdo uma tatuagem com o rosto do petista e a palavra “free” (livre, em inglês) escrita logo abaixo.

Assassino confesso, Ezequiel está no quarto ano de Medicina e estudava no Paraguai. Ele viveu junto com sua ex-esposa Michelli e os dois filhos por cinco anos na cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, porque a mesma faz divisa com Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia onde fica a universidade.

Em maio deste ano, Michelli se mudou com as crianças para São Paulo, sua cidade natal, após ter sido agredida e ameaçada por Ezequiel. Ele possuía certificado de colecionador de armas, atirador desportivo e caçador (CAC). Ele também tinha documentos que o autorizavam a ter um fuzil, uma pistola e uma espingarda.

Na época da agressão, a delegada Marianne Cristine de Sousa, de Ponta Porã, solicitou à Justiça que o criminoso tivesse a autorização de porte de arma suspensa.

– O acusado, com fácil acesso às armas de fogo e um verdadeiro arsenal, poderia a qualquer momento ceifar com a vida de sua companheira e de seus dois filhos menores, de modo que é notório que o mesmo poderá continuar delinquindo no decorrer da persecução penal caso mantido em liberdade, tendo em vista notícias fornecidas pela vítima de que o autor já matou cerca de três pessoas e continuou impune, mudando de cidade – afirmou a delegada em maio.

Michelli chegou a dizer em depoimento que Ezequiel teria assassinado três pessoas. No entanto, os crimes não foram provados. Ela mudou-se para São Paulo para ficar longe do ex, com medo de que ele “concluísse as ameaças” que lhe fizera.

Fabio Wajngarten publicou em seu perfil no Twitter um vídeo do momento em que Ezequiel é detido, sem camisa, sendo possível visualizar a tatuagem com o rosto de Lula. Na legenda, ele “desafia” a grande mídia, sobretudo a Globo, a noticiar o “detalhe”.