Page Nav

HIDE

Safadão teve piora drástica e fez cirurgia, diz médico

E m São Paulo, desde o dia 29 de junho, Wesley Safadão teve uma piora drástica em seu quadro na última quinta-feira (7). Segundo o neurociru...


Em São Paulo, desde o dia 29 de junho, Wesley Safadão teve uma piora drástica em seu quadro na última quinta-feira (7).

Segundo o neurocirurgião Francisco Sampaio Junior, médico responsável pelo tratamento, o cantor precisou fazer uma cirurgia de emergência, o que é incomum nesses casos. O procedimento foi confirmado em entrevista concedida ao jornal O Globo.

– Infelizmente, Wesley é uma exceção. Normalmente, os pacientes que tem hérnia de disco não precisam fazer cirurgias, pois as inflamações são absorvidas automaticamente pelo organismo em cerca de quatro a oito semanas. Entretanto, na noite de quarta-feira, ele começou a se queixar novamente de dores nas partes íntimas e sentir as nádegas anestesiadas. Sintomas graves de um dano neurológico – explicou.

O neurocirurgião relatou que a cirurgia foi necessária para evitar o que chamam de “síndrome de cauda equina”, uma doença grave causada pela compreensão e inflamação do feixe de nervos na parte inferior do canal vertebral.

A síndrome ainda pode resultar em paralisia, incontinência intestinal ou urinária, além de outros problemas de sensibilidade.

– Ele poderia usar uma sonda ou bolsa de colostomia pelo resto da vida. Não havia mais nada a ser feito a não ser a cirurgia de forma muito rápida. Não podíamos esperar e arriscar. O quadro se agravava de uma forma que não é o habitual para uma hérnia de disco – acrescentou.

A cirurgia, que durou cerca de quatro horas, foi exemplificada por Sampaio Júnior como “trabalhosa” e “difícil”. O procedimento, porém, foi bem-sucedido. Apesar de seguir internado enquanto se recupera, Wesley Safadão já apresenta melhoras. A previsão é de que ele receba alta médica até segunda-feira (11).