Page Nav

HIDE

Pesquisa aponta que Ibaneis pode vencer no 1° turno

  Pesquisa realizada pelo Instituto Ideia aponta que o governador Ibaneis Rocha (MDB), lidera a preferência do eleitor do Distrito Federal c...

 

Pesquisa realizada pelo Instituto Ideia aponta que o governador Ibaneis Rocha (MDB), lidera a preferência do eleitor do Distrito Federal com 30% das intenções de voto, na disputa ao Palácio do Buriti. A divulgação saiu nesta quarta-feira, 18 de maio.


O segundo colocado é o senador José Antônio Reguffe, do União Brasil, com 10,6%. Em terceiro lugar aparece a ex-ministra e deputada Flávia Arruda, do PL, com 8,5%. Porém, Flávia já é oficialmente pré-candidata ao Senado na chapa de Ibaneis , o que amplia as chances dele vencer já no 1º turno.

Em quarto lugar está o ex-secretário de Educação do DF, Rafael Parente, do PSB. Ele aparece com 6% nas intenções de votos empatado com a senadora Leila do Vôlei, do PDT.

Rafael Parente está na frente de políticos já conhecidos do eleitor brasiliense como o senador Izalci, do PSDB, que tem 5,4%, o distrital Leandro Grass, do PV, que pontua com 2,9%, e Geraldo Magela, do PT, que registrou 1,3%. 

A pesquisa ainda revela que a candidata do PSol, Keka Bagno, pontuou com os mesmos 1,3% de Magela. Rosilene Corrêa (PT) aparece timidamente com 1,1%, e Lucas Salles, do DC, e João Goulart Filho, do PC do B, estão com 0,2%.

Outro ponto do levantamento é que 19,3% dos eleitores ainda não se decidiram em quem votar para governador no dia 2 de outubro. E é esses eleitores que os candidatos devem tentar convencer.

Sobre a pesquisa

Foram entrevistadas 1,2 mil pessoas com idade de 16 anos ou mais, com Título de Eleitor regularizado, entre os dias 11 e 16 de maio, em todas as regiões administrativas do Distrito Federal.

De acordo com o Ideia, a pesquisa foi realizada em um cenário estimulado, em que uma lista de é apresentada para que o eleitor possa escolher. Os nomes são de quem já manifestou interesse em concorrer ao GDF. 

A  margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%.

A pesquisa foi encomendada pela empresa Metrópoles Mídia e Comunicação Ltda e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número DF-09593/2022.

Da redação Estrutural On-line