Page Nav

HIDE

Deputada repudia professor que faz militância em sala de aula

  Presidente da Comissão dos Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), a deputada estadual Ro...

 

Presidente da Comissão dos Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), a deputada estadual Rosane Felix reagiu com indignação a um vídeo no qual um professor diz não aceitar “defesa de bolsonarista” em sua aula. A deputada alerta para a necessidade de implantação do programa Escola Sem Partido no país.

– É inaceitável esse tipo de conduta, absurdo! Não pode pensar diferente? Cadê a liberdade de expressão e o respeito à democracia? – questiona Rosane Felix.

Um professor da rede de ensino de Uberlândia (MG) usa discurso militante perante seus alunos. O docente, que não teve o nome identificado, diz não aceitar “defesa de bolsonarista” em sua aula.

De acordo com ele, “paciência tem limites” e defender pautas pró-governo é defender homofobia, preconceito e xenofobia. Na gravação feita por um aluno, é possível ouvir uma voz feminina dizendo “Ai, que tudo”, ao passo que também se ouve outra voz dizendo “isso é preconceito”.

– Por essas e outras que sou a favor da Escola Sem Partido. Infelizmente, professores estão usando a sala de aula para doutrinar ideologicamente e politicamente seus alunos. A escola, que deve ser um ambiente saudável de aprendizado e debate de ideias, está sendo transformada por alguns esquerdistas em um lugar de intimidação e constrangimento para quem pensa diferente deles – afirma Rosane Felix.

Por: Pleno.News