Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

CPI da Covid quer convocar Jair Renan e ex-mulher de Bolsonaro



 O vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues, afirmou em sessão desta quinta-feira (2) que o colegiado avalia convocar para depoimento Jair Renan, filho 04 de Jair Bolsonaro, e sua mãe, Ana Cristina Valle, ex-mulher do chefe do Executivo.

Segundo membros da CPI, documentos apontam que o jovem de 23 anos teria aberto uma empresa de eventos com a ajuda do lobista Marconny Albernaz, que deveria depor nesta quinta-feira, mas não compareceu. A pedido do Ministério Público Federal, no Pará, conversas foram copiadas e enviadas para a comissão.

Jair Renan teria trocado centenas de mensagens com o lobista da Precisa Medicamentos. A comissão quer esclarecimentos acerca dessa proximidade. Randolfe afirmou que “não descarta nenhuma hipótese” para apurar as ligações de Albernaz com pessoas próximas ao presidente Jair Bolsonaro.

– Há um material probatório vastíssimo. Esse senhor não é somente um lobista da Precisa. Esse é o senhor de todos os lobbys. Esse senhor está presente em esquemas, sobretudo no Ministério da Saúde desde o ano passado, senão antes. Ele é um lobista com atuação direta no Ministério da Saúde e com diálogos e atos com pessoas próximas ao presidente da República. Imagino que foram essas as razões que levaram o senhor Marconny a evadir-se e a não comparecer – afirmou Randolfe.

– Nós não descartamos nenhuma hipótese, principalmente diante dessa subversão às investigações. Há uma clara ação aí de conturbar a ordem pública e de prejudicar as investigações, de obstruir as investigações. Não tem nenhuma hipótese descartada sobre quem quer que tenha que ser ouvido – acrescentou o senador.

Por: Pleno News

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas