Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Militantes atacam Marina Ruy Barbosa e crianças ruivas na web

 


A atriz Marina Ruy Barbosa foi alvo de uma onda de críticas neste domingo (29), o que lhe rendeu uma posição nos trending topics do Twitter. A atriz compartilhou no story do Instagram um vídeo em que duas crianças com os cabelos ruivos aparecem admirando uma foto dela. A imagem também trazia a legenda “Depois falam que representatividade não é importante”.

Marina, que não foi autora da frase, logo foi detonada na web pelo uso da mensagem que, segundo os militantes, não pode ser aplicada a pessoas ruivas.

– Marina Ruy Barbosa é o Martin Luther King do povo ruivo – ironizou uma internauta.

– A pobre da Marina Ruy Barbosa faz parte de uma minoria muito importante e ela [o] representa bem fazendo, em todas as novelas, o mesmo papel de ruiva – ironizou outra.

A atriz logo tratou de rebater as críticas, reclamando da problematização estabelecida na web.

– Sério que vocês estão problematizando um stories que eu apenas repostei com fãs mirins? Gente, pelo amor, né! Tantas coisas mais importantes pra vocês se preocuparem – escreveu em uma postagem no Twitter.

Marina também resolveu usar de ironia e chegou a dizer que seu nome artístico seria alterado para Marina “Ruyva” Barbosa.

Alguns seguidores saíram em defesa da global.

– É uma forma de representatividade. Não olhando pelo lado de marginalização, e sim de referência… Todos os tipos de corpos, raças e características não deveriam ser considerados assim, a partir do momento que alguém se sente representado por algo? – defendeu uma seguidora.

Marina respondeu dizendo que não compartilhou pela frase, mas pela imagem das crianças, a qual ela achou “fofa”.

A publicação original foi postada pela família das meninas, composta só por ruivos. A família possui uma conta no Instagram com o usuário @familiaruiva e se manifestou após a polêmica, alegando que sofreu ataques.

– Nunca pensei que ia receber tantas mensagens agressivas simplesmente por duas crianças se sentirem felizes por [verem] uma pessoa com as mesmas características que as suas, em um cartaz – escreveu a mãe das crianças.


Por: Pleno News

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas