Vídeo: Sequestrador de motorista é preso e leva surra da mãe


A mãe de um dos quatro acusados de espancar e sequestrar uma motorista de aplicativo em Tangará da Serra (MT) agrediu o filho na frente dos policiais após ele se entregar na delegacia. Uma das testemunhas registrou a cena, que viralizou na internet.

No vídeo, é possível ouvir a mulher sugerir que o filho não tem falta de nada em casa, e que dessa forma, não precisaria se envolver com o crime.

A motorista Marcia Angola, de 40 anos, viveu momentos aterrorizantes no sábado (24). Agredida e ameaçada de morte pelos 4 passageiros, ela precisou se fingir de morta e só conseguiu escapar quando os criminosos a atiram de uma ponte.

– Eles me chamaram por aplicativo e paramos em uma esquina onde disseram que buscariam uma pessoa. Mas essa pessoa não existe e anunciaram o assalto – relembrou, em entrevista ao portal G1.

Colocada na traseira do carro vendada, Marcia foi alvo de murros, ameaças de morte e enforcamento

– Outros disseram: “vamos matar, aperta o pescoço dela”. Em momento nenhum disseram o motivo [das agressões]. Em certo momento riram da minha cara inchada e machucada – relata.

Marcia Angola teve o rosto desfigurado com lesões na boca e olho direito Foto: Reprodução

A motorista conta que não viu outra saída senão fingir-se de morta. Os sequestradores a levaram até a ponte e jogaram seu corpo em um rio.

– Quando eu caí, só lembro que pedi a Deus para que eu caísse na água, porque se caísse na terra eu tinha morrido. Eu afundei e quando voltei à superfície vi que eles estavam olhando. Eu continuei quieta e afundei de novo, deixei a água me levar rio abaixo, fui tentando me equilibrar, meio que boiando, pois não sabia nadar e não podia ir para o fundo – explica.

Após os ladrões deixarem o local, Marcia saiu da água e pediu ajuda a moradores da região. Ela teve o rosto desfigurado com lesões na boca e olho direito, diz o registro oficial. Os suspeitos foram localizados na cidade.

Por:  portal G1.

Postar um comentário

0 Comentários

Páginas